Mensagens

Salvo?

Nem todos são filhos de Deus

Primeiramente é necessário reconhecermos que as Escrituras, e bem assim o próprio caráter corrupto humano, atestam a perversão do homem e a necessidade de salvação, de alguém que o redima de suas práticas pecaminosas e que o aproxime de Deus. A Bíblia nos diz que existem os filhos de Deus e os filhos do diabo. Vejamos uma passagem do Evangelho em que Jesus debate com os judeus que diziam haver crido nele:

Vós fazeis as obras de vosso pai. Replicaram-lhe eles: Nós não somos nascidos de prostituição; temos um Pai, que é Deus. Respondeu-lhes Jesus: Se Deus fosse o vosso Pai, vós me amaríeis, porque eu saí e vim de Deus; pois não vim de mim mesmo, mas ele me enviou. Por que não compreendeis a minha linguagem? é porque não podeis ouvir a minha palavra. Vós tendes por pai o Diabo, e quereis satisfazer os desejos de vosso pai; ele é homicida desde o princípio, e nunca se firmou na verdade, porque nele não há verdade; quando ele profere mentira, fala do que lhe é próprio; porque é mentiroso, e pai da mentira (João 8:41-44).

Jesus está falando com judeus que alegavam serem filhos de Deus, com base no conhecimento e nas tradições que eles haviam adquirido, mas Jesus mesmo os adverte de que suas práticas, o ódio, a incredulidade, o homicídio e a mentira comprovam que eles não eram filhos de Deus, mas do diabo. E no versículo 47 ele conclui dizendo porque aqueles judeus se recusavam a acreditar no que Jesus estava dizendo: “Quem é de Deus ouve as palavras de Deus; por isso vós não as ouvis, porque não sois de Deus”. Portanto, nenhuma tradição religiosa, conhecimento ou etnia pode alegar salvação com base em afirmações ou práticas totalmente inversas ao que significa na verdade ser um filho de Deus conforme Sua Palavra; os filhos de Deus amam Jesus, creem em sua palavra e refletem o caráter de Deus revelado nas Escrituras.

Para ser salvo é preciso ser filho de Deus

No entanto, não está em nenhum de nós a autonomia para fazer-se filho de Deus, tão pouco de refletir Seu santo caráter. Analisemos outro texto em João 1 que vai falar sobre a vinda do Filho de Deus ao mundo e de que modo os homens podem tornar-se filhos de Deus: “Mas, a todos quantos o receberam, aos que creem no seu nome, deu-lhes o poder de se tornarem filhos de Deus; os quais não nasceram do sangue, nem da vontade da carne, nem da vontade do homem, mas de Deus” (12-13). Aqui a Palavra está nos dizendo que Jesus Cristo foi enviado ao mundo para que os homens pudessem recebê-lo, crendo em seu nome – aqui nome significa a própria pessoa de Jesus – ou seja, é preciso acreditar, ter fé em Jesus. Por meio dessa fé os homens recebem de Deus o poder de se tornarem Seus filhos; e estes que O recebem, crendo, nascem outra vez, não pela vontade humana, mas pela vontade de Deus. Isto quer dizer que ninguém pode gerar de si mesmo um filho de Deus e que nem todos que nascem neste mundo são de fato filhos de Deus, mas somente os que pelo poder de Deus são nascidos novamente mediante a fé em Jesus. Também a Palavra de Deus nos diz que até mesmo a fé vem de Deus e é Ele quem nos dá essa confiança em Jesus gratuitamente: “Porque pela graça sois salvos, por meio da fé, e isto (a fé) não vem de vós, é dom de Deus;” (Efésios 2:8. Ênfase minha).

O novo nascimento

Respondeu-lhe Jesus: Em verdade, em verdade te digo que se alguém não nascer de novo, não pode ver o reino de Deus. Perguntou-lhe Nicodemos: Como pode um homem nascer, sendo velho? Porventura pode tornar a entrar no ventre de sua mãe, e nascer? Jesus respondeu: Em verdade, em verdade te digo que se alguém não nascer da água e do Espírito, não pode entrar no reino de Deus. O que é nascido da carne é carne, e o que é nascido do Espírito é espírito. Não te admires de eu te haver dito: Necessário vos é nascer de novo (João 3:3-7).

Esse é um trecho da conversa entre o religioso Nicodemos e Jesus. Jesus afirma a ele que os homens que nascem neste mundo são homens deste mundo, terrenos, mas os que nascem através do Espírito Santo são espirituais e pertencem ao Reino de Deus. O Senhor diz que para um homem terreno se tornar filho de Deus, ser salvo e entrar no Reino, ele precisa nascer novamente não através do mundo ou do ventre materno, mas de Deus. Os homens, portanto, são salvos quando Deus os concede fé para crerem em Jesus e essa fé vem de Deus, o qual envia seu Espírito Santo e nos faz nascer outra vez, não mais neste mundo, mas no mundo espiritual: o Reino de Deus. Porque Deus é Espírito (João 4:24), sendo assim seus filhos também tem que ser espírito, conhecê-lO e adorá-lO em espírito.

Nossa filiação/adoção por meio de Jesus Cristo

Após o homem ser gerado no Reino dos Céus, ele passa a ser adotado como filho de Deus. Mas em que consiste essa filiação/adoção? A Bíblia nos diz que, em suma, só há dois Filhos de Deus: Adão e Jesus Cristo, os demais são descendentes. Adão, porém, pela desobediência e transgressão contra os mandamentos de Deus (ler Gênesis 1 e 2), por consequência gerou filhos conforme a sua imagem e semelhança, distorcidas da imagem e semelhança de Deus por causa do pecado, e assim todos se tornaram pecadores, necessitados da graça de Deus (Romanos 3:23). E a herança que os filhos de Adão recebem é a corrupção. Por isso, Deus enviou o Último Adão, Jesus Cristo, para que através dele os filhos do primeiro Adão fossem regenerados, sendo pois esta nova geração por meio de Cristo, que é nosso Pai espiritual. Assim como por meio de um homem só Deus fez toda a raça humana, também por meio de um só ele gerou seus filhos. O Antigo Testamento profetizou isto (Isaías 66:8) e o Novo Testamento reconheceu a chegada deste tempo (1Coríntios 4:15), pois nisto consiste a mensagem do Evangelho, em que somos gerados em Jesus Cristo por meio da Palavra de Deus: “tendo renascido, não de semente corruptível, mas de incorruptível, pela Palavra de Deus, a qual vive e permanece” (1Pedro 1:23). Mas alguém diria: E daí? Quem pode dizer que é salvo?

O Espírito Santo afirma quem são os salvos

Já vimos que o homem precisa nascer de novo, e que esse novo nascimento opera por meio da fé em Jesus Cristo, que é dada por Deus; e pelo qual somos batizados com o Espírito Santo e recebidos na família de Deus como filhos amados. Além disso, a Palavra nos diz que o próprio Espírito Santo, que habita naqueles que creram e foram regenerados dá o testemunho de que somos de fato filhos de Deus. Vejamos o que diz:

Portanto, os que estão na carne não podem agradar a Deus. Vós, porém, não estais na carne, mas no Espírito, se, de fato, o Espírito de Deus habita em vós. E, se alguém não tem o Espírito de Cristo, esse tal não é dele. Pois todos os que são guiados pelo Espírito de Deus são filhos de Deus. Porque não recebestes o espírito de escravidão, para viverdes, outra vez, atemorizados, mas recebestes o Espírito de adoção, baseados no qual clamamos: ‘Aba, Pai’. O próprio Espírito testifica com o nosso espírito que somos filhos de Deus (Romanos 8:8-9; 14-16. Ênfase minha).

Portanto, o Espírito Santo é o selo, a confirmação do cumprimento da vontade de Deus em nos tornar seus filhos para que sejamos salvos. Também a Palavra nos diz que os que creem serão salvos: “Quem crer e for batizado será salvo; mas quem não crer será condenado” (Marcos 16:16); “E acontecerá que todo aquele que invocar o nome do Senhor será salvo” (Atos 2:21); “Crê no Senhor Jesus e serás salvo, tu e tua casa” (Atos 16:31) “Porque, se com a tua boca confessares a Jesus como Senhor, e em teu coração creres que Deus o ressuscitou dentre os mortos, serás salvo” (Romanos 10:9).

Somos salvos aqui e agora: A transitoriedade da fé.

Ao contrário da expectativa de alguns, vimos que a salvação não é um fato que ocorre somente no porvir, ela certamente se consuma no futuro, mas ocorre no Hoje. Aqueles que esperam chegar o Dia Final para saber se são salvos, laboram em grande erro e aguardam terrível decepção. Pois Deus opera a salvação por meio da fé, a qual só existe neste mundo, porquanto ela é uma expectativa da consumação do que se espera, do que já foi garantido mediante o preço pago por Jesus na cruz, sua ressurreição e a garantia do Espírito Santo habitando os filhos de Deus.

[…] porque, em parte conhecemos, e em parte profetizamos; mas, quando vier o que é perfeito, então o que é em parte será aniquilado. Porque agora vemos como por espelho, em enigma, mas então veremos face a face; agora conheço em parte, mas então conhecerei plenamente, como também sou plenamente conhecido. Agora, pois, permanecem a fé, a esperança, o amor, estes três; mas o maior destes é o amor (1 Coríntios 13:9-10;12-13).

A fé contempla por meio da confiança em Deus aquilo que ainda não podemos ver, mas ela labuta neste sentido de que a esperança é certa, ainda não está completa no presente, mas o será certamente no futuro. Porque quando chegar aquilo que esperamos, já não precisaremos da fé, pois veremos como de fato o é  e seremos.

Vede que grande amor nos tem concedido o Pai: que fôssemos chamados filhos de Deus; e nós o somos. Por isso o mundo não nos conhece; porque não conheceu a Ele. Amados, agora somos filhos de Deus, e ainda não se manifestou o que havemos de ser. Mas sabemos que, quando ele se manifestar, seremos semelhantes a ele; porque assim como é, o veremos (1 João 3:1-2).

Sim, a Palavra de Deus testifica que os que creem em Jesus e nele permanecem até o fim, estes serão salvos, mas que agora somos filhos de Deus e que depois seremos como Jesus é em natureza e vida, porém não em essência divina. Por esta razão as pessoas que não conheceram ainda a Deus não admitem que somos filhos dEle e que por isso somos salvos. A Palavra de Deus nos instrui para nos desviarmos desse erro e nos edifica para a salvação em Cristo Jesus.

E finalmente, o testemunho de Deus é maior que o testemunho do mundo; e ainda que nosso coração venha a nos acusar, Deus é maior que o nosso coração (1 João 3:20); e Ele nos perdoa de toda injustiça, afinal, qual é o pai que não perdoa a seu filho? Mas veja bem que sejas de fato filho de Deus o qual é por meio unicamente de Jesus Cristo, nosso Salvador.

*Foi usado mais de uma versão nas citações bíblicas.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s