Mensagens

Os ídolos do coração humano

“Então o Senhor me falou: ‘Filho do homem, estes homens ergueram ídolos em seus corações e puseram tropeços ímpios diante de si” (Ezequiel 14:2-3a).

O reformador francês João Calvino (1509-1564) comentando esse texto da Escritura disse que “o coração humano é uma fábrica de ídolos, cada um de nós é, desde o ventre materno, experto em criar ídolos.”

Essa não é uma mera opinião da religião, mas uma realidade que com sinceridade podemos encontrar em nós. “Todo mundo adora alguma coisa” – disse o escritor e romancista norte-americano, David Foster (1962-2006) – “a única alternativa é o que adorar”.

Embora não professasse uma fé, ele sabia e afirmava que não existe o ser ateu, pois todo ser humano possui algo que adora e idolatra em seu coração.

Mas o que é o coração? O que é um ídolo?

Coração é aquilo que nos move. É o centro de nossas vontades, sentimentos e percepções. O coração é o nosso ser completo, nossa mente, e o que fazemos.

O ídolo é qualquer coisa que tomamos para substituir a Deus em nosso coração. É qualquer coisa a que dedicamos nosso tempo, entendimento, nosso fazer, nossas vontades e sentimentos mais do que a Deus.

Na verdade, Jesus disse que ninguém pode servir a dois senhores, pois odiará um e amará o outro, ou se dedicará a um e desprezará o outro (Mt. 6:24).

Deus revela a si mesmo de uma maneira que nenhuma coisa na terra pode representá-lo. Ele deixou isso expresso no primeiro e no segundo mandamentos: Eu sou o Senhor, o teu Deus… não terás outros deuses além de mim. Não fará para ti nenhum ídolo (NVI).

É muito claro que a advertência, em primeiro plano, é quanto a se fazer qualquer imagem de escultura que busque representar a Deus. Mas de maneira mais grave essa proibição revela uma tendência humana de dar honra aos ídolos mais do que a Deus.

Isso é feito não apenas quando alguém toma o barro, o gesso, o plástico ou o metal e o transforma em um ídolo e se prostra e lhe presta honra, culto e reverência. Dar mais honra e lugar na vida a qualquer coisa pode se tornar um ídolo. Os filhos, o emprego, o cônjuge, os bens, a beleza, o status e qualquer outra coisa à qual nós dermos prioridade em detrimento da primazia devida a Deus. Ele não divide sua glória com ninguém, muito menos com qualquer objeto inanimado. Deus mesmo estabeleceu na Escritura a maneira como deseja ser honrado e adorado.

Deus deseja nos tirar dessa condição de loucura e nos conduzir a sensatez. Ele repreende a que nos arrependamos e nos desviemos dos ídolos do coração e renunciemos às nossas práticas (Ez. 14:6). Ele sempre nos chama a que deixemos de lados as coisas secundárias e demos prioridade para Seu Reino e Sua justiça, a fim de que sejamos seu povo e ele nosso Deus.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s