Mensagens

O Céu é Para Mim?

O Céu é Para Mim?

Muitas pessoas desejam ir para o céu. Acredite, algumas não têm nenhum interesse. Em ambos os casos há sempre uma compreensão errada acerca de como se chega lá e o que de fato é o céu. As que desejam, por hora acham queiram, sabem que são imperfeitas e indignas de tão grande favor. Outras acreditam que chegarão lá se se esforçarem o suficiente e forem boas o bastante. Mas será que essas formas de pensamento são verdadeiras?

Quem vai entrar no céu?

Em primeiro lugar, para a maioria das pessoas o céu é o lugar para onde somente as pessoas “boazinhas” e santas irão permanecer para sempre. De certa forma, isso não está totalmente incorreto. Porém, é completamente absurda a ideia de que somente quem possui méritos neste mundo adentrará os portões celestiais.

Em segundo lugar, devemos estar cientes de que o Paraíso, como supostamente o entendemos, é uma realidade essencialmente característica da mensagem cristã. Por isso, é de Cristo que entenderemos verdadeiramente quem e como alguém pode herdar a vida eterna, isto é, o céu.

Jesus Cristo ensinou extensivamente sobre o céu. Mas muito ao contrário do que a casta religiosa de sua nação esperava, Jesus não chamou os santos e os perfeitos, ele chamou pecadores e imperfeitos:

E sucedeu que, estando ele em casa, à mesa, muitos publicanos e pecadores vieram e tomaram lugares com Jesus e seus discípulos. Ora, vendo isto, os fariseus perguntavam aos discípulos: Por que come o vosso Mestre com os publicanos e pecadores? Mas Jesus, ouvindo, disse: Os sãos não precisam de médico, e sim os doentes. Ide, porém, e aprendei o que significa: Misericórdia quero e não holocaustos; pois não vim chamar justos, e sim pecadores ao arrependimento (Mateus 9:10-13, grifo meu).

Sim, essa é a verdade fundamental acerca do céu, que os chamados para herdá-lo são os que nada podem fazer de si mesmos que os faça dignos de entrarem no desfrute celestial. Os religiosos e “justos” não compreendem isso justamente por acharem que só entra no céu quem o merece. Jesus Cristo explica exatamente o contrário, ninguém entrará no céu por mérito, obra ou religião alguma. Ele é para pecadores, pessoas que estão em eterna dívida com Deus. Mas existe um caminho e é Jesus quem torna possível o acesso de pecadores.

O que é o céu?

“Respondeu-lhe Jesus: ‘Eu sou o caminho, e a verdade, e a vida; ninguém vem ao Pai senão por mim’” (João 14:6). Jesus explica que ele é o caminho, e, portanto, o céu não é fundamentalmente um lugar, mas uma Pessoa. Essa Pessoa é Deus, o Pai, e ele está plenamente em Jesus. De maneira que os pecadores entram no céu quando atendem a voz de Deus para terem um relacionamento com ele através de Jesus.

Quando veio ao mundo, o Senhor pregou muitas vezes sobre a verdade do céu vindo aos homens. Seu nome profético significa isso, Emanuel, “Deus conosco”. Muitos de nós lembramos da passagem da crucificação. E de como aquele homem que estava ao lado do Senhor pediu que Jesus se lembrasse dele quando viesse no seu reino: Jesus lhe respondeu: “Em verdade te digo que hoje estarás comigo no paraíso” (Lucas 23:43).

Podemos dizer de maneira bem mais direta e explícita: Jesus Cristo é o céu! É através dele que temos acesso a presença de Deus. Nenhum ser humano entrará na presença de Deus por seus próprios méritos ou boas ações. Isso é o que diferencia o Evangelho, a mensagem de Cristo, de todas as religiões (até mesmo vertentes do cristianismo): O céu é recebido de graça!

O preço do céu

Nada nesta existência é inteiramente de graça. Sempre que recebemos algo de graça é porque alguém teve que pagar o preço. Para que a graça do céu alcançasse pecadores como todos nós (Rm. 3:23), alguém teve de pagar um preço caro. Esse alguém foi Jesus Cristo (Rm. 6:23). Ele viveu uma vida de santidade e justiça integralmente. Ele obedeceu a Deus em tudo e jamais pecou. Por isso ele mereceu o céu.

E Deus resolveu conceder este dom gratuitamente a todos aqueles que creem em Jesus e confiam que por causa dele, e não de nós, Deus atribui sua perfeição a nós. Jesus disse: “Bem-aventurados os humildes de espírito, porque deles é o reino dos céus” (Mateus 5:3). Sim, todos aqueles que são “humildes de espírito”, ou seja, pessoas que reconhecem sua falência espiritual em ser bom o suficiente para herdar o céu, todos esses receberão de graça o céu. A Escritura chama esse reconhecimento e aceitação de arrependimento e novo nascimento (conversão).

Portanto, sim, o céu não é para pessoas que se julgam perfeitas e santas, ele é para pessoas que sabem não merecer nada e que Jesus mereceu tudo. O céu é o caminho de acesso a Deus que somente se dá através da perfeição de caráter e santidade de Jesus Cristo. Por ele temos acesso ao Pai e somos feitos filhos de Deus: por causa do seu Espírito que nos é outorgado e habita em nós (Gálatas 4:6).

Talvez seja algo novo para você saber que o céu é para pecadores que se arrependem e creem em Jesus. E que ninguém em si mesmo está tão longe, e por seus próprios méritos, tão perto. Creia, essa é a verdade que muda sua vida agora e que te dá hoje mesmo acesso a presença de Deus e as alegrias do céu, mesmo em meio a um mundo caótico e rebelde contra um Deus tão gracioso. Porque a partir daí, onde você estiver, ali é céu com Cristo.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s